CURSO DE MANUTENÇÃO DE NOTEBOOKS

CURSO DE MANUTENÇÃO DE NOTEBOOKS

Artigos

Como achar notebook ideal

A oferta de notebooks nunca foi tão grande e, graças a incentivos do governo e à queda do dólar, várias novas marcas estão pipocando no mercado fazendo com estes equipamentos se tornem mais acessíveis.


E depois de avaliar, você resolveu que valeria a pena trocar seu PC por um notebook e agora está procurando um modelo portátil. O que atualmente é uma alternativa cada vez mais popular, principalmente para utilizá-lo como uma "segunda máquina" para a casa.


E em meio a tantas opções, alguns critérios devem ser observados e levados em conta antes da compra. A primeira coisa a fazer é responder a pergunta: "para que eu vou usar este notebook?". Com isso você consegue descobrir o que vai precisar em termos de hardware. A configuração do seu notebook dependerá da capacidade que ele irá precisar para executar os programas e do desempenho que você espera. Separamos especificações para cinco perfis diferentes de usuários, veja qual mais se identifica:


Para os básicos


Esta categoria é a mais abrangente, e você terá muita variedade entre marcas e produtos para pesquisar e pensar. A questão essencial é decidir se você utilizará o notebook só para navegar e realizar tarefas mais básicas ou pretende também para a reproduzir de conteúdo multimídia?


Para usos básicos como navegar na internet, conversar no MSN, editar um arquivo de texto ou uma planilha, ouvir música ou assistir um vídeo de vez em quando, praticamente qualquer máquina dá conta. Um notebook com HD pequeno, talvez de 160 GB seja mais que o suficiente! E para estes fins ainda há a opção de um netbook.


Se você pretende utilizar seu notebook para ver conteúdo multimídia invista em tela e HD maiores com, pelo menos, 17 polegadas e 250 GB. Neste caso, uma máquina dual core seria ideal, máquinas muito limitadas ou de baixo desempenho não valem a pena.


A escolha de sistema operacional depende exclusivamente do seu conforto, pois existem programas equivalentes para qualquer sistema, inclusive opções de Media Center.


Para estes usuários talvez itens de design do aparelho, como cor diferenciada, por exemplo, pode ser realmente levados em conta. Mas provavelmente o fator de maior impacto em sua decisão será o preço.


Escolha certa para estudantes


Em resumo, você deve procurar: preço, bateria, peso e dimensões. Um opcional atraente é o modem 3G embutido.


Quem pretende utilizar o computador para estudos, precisa ser uma máquina barata, uma vez que, sendo estudante, terá outras prioridades. Também precisará de um notebook leve, pequeno o suficiente para não ocupar muito espaço na mochila e discreto para não chamar atenção desnecessária.


A bateria com boa autonomia é fundamental. Nem sempre é possível plugar o notebook na tomada para carregar, e se quiser que ele dure quatro a cinco horas diárias de estudo, tirando os tempos de trabalho e pesquisa, é preciso uma bateria de 6 ou 9 células.


Em questão de conectividade, provavelmente você usará a internet, independente da existência de redes Wi-Fi ou outras. Ou seja, investir em uma conexão 3G para poder conectar-se pelo celular a qualquer momento, não é má ideia.


Se você não estuda cinema ou qualquer outra disciplina que utilize softwares mais pesados, como engenharia, arquitetura ou design industrial, não precisa de um notebook de alta configuração (sendo esta a situação, veja o tópico “Notebooks de uso específico”). Mas se você trabalha com programas específicos, porém leves, somente confirme se o sistema operacional é compatível a eles. Portáteis com Windows, por exemplo, costumam ser mais caros que outros de configuração idêntica que tragam Linux.


Netbooks também devem ser considerados - são menores e mais leves que um notebook, muitos possuem conectividade 3G embutida e por serem mais básicos, consomem menos recursos da bateria, o que culmina em maior tempo de duração. Se a ausência de drives de DVD dos netbooks lhe afetar invista em um drive de DVD externo, hoje facilmente encontrado a preços acessíveis (a desvantagem mais uma coisa para carregar de lá pra cá).


Sendo necessário gravar grandes arquivos, procure umnotebook com disco rígido. A maior parte das máquinas mais baratas vem com memória Flash, mais rápida e econômica, mas normalmente limitada a uma dezena de gigabytes.


Resumindo opte por uma tela entre 8 e 10 polegadas, um HD de pelo menos 160 GB (dependendo da necessidade de guardar muitos arquivos) e 1 GB de memória RAM.


Escolhendo uma máquina para trabalhar em trânsito


Como a rotina de profissional gira entorno de reuniões e viagens a trabalho é melhor optar por equipamentos com bons itens de conectividade. Placa de rede sem fio (Wi-Fi) é um padrão, mas, se possível, opte por um dispositivo com modem 3G embutido e Bluetooth.

O Bluetooth permitirá que você sincronize informações de seu computador com um telefone celular ou smartphone, sem ter que utilizar cabos. É ideal para poupar bateria quando você precisar verificar uma informação pequena, como sua agenda, tarefas, etc.


Este perfil de usuário normalmente tem uma preocupação com segurança de dados. Certos notebooks têm opções de criptografia feitas por hardware ou softwares que bloqueiam o acesso não permitido aos seus arquivos. Este recurso adicional, apesar de importante, costuma elevar consideravelmente o preço.


Como normalmente há o uso de múltiplos programas ao mesmo tempo, um notebook com processador melhor e memória RAM são importantes. Então, reunindo tudo, temos um notebook com modem 3G e Bluetooth, o processador no mínimo dual core, com memória RAM entre 2 GB e 4 GB, tela por volta de 15 polegadas e com sistema operacional Windows Vista. E como alguns clientes e parceiros costumam gravar materiais em mídias como CDs e DVDs, é bom ter no notebook um drive e preferencialmente que seja capaz de gravar dados também.


Uma dica interessante é comprar uma segunda bateria. Às vezes você precisará de mais tempo de uso dentro de um vôo ou sala de reuniões, então, trocar a bateria recém-esvaziada por outra carregada é essencial.


As máquinas para jogo


Ser um jogador em notebook no Brasil é tarefa para poucos. As máquinas são muito caras, principalmente se colocadas em perspectiva com computadores de mesa para o mesmo fim. Mas se estiver decido em optar por um notebook, vamos às dicas!


Para este usuário, muitas coisas deixam de ser opcionais e passam a ser exigências. Processador? Só de múltiplos núcleos! Memória RAM? Quanto mais, melhor! Leitor e gravador de DVD? Com certeza e se possível um leitor de Blu-ray também! Placa de vídeo integrada? Jamais! Deve ser dedicada e de boa capacidade.  Linux? O mercado de jogos para PC é praticamente voltado para o Windows e se possível opte por uma máquina com Windows 7.


E nada disso adianta se a tela deixar a desejar, ela deve medir no mínimo 17 polegadas (já que jogar em telas pequenas prejudica os gamers). Lembre-se também do disco rígido, que deve ter grande capacidade para permitir a gravação de um número maior de jogos em seu computador.


Aparelhos de uso específico


As recomendações prévias não funcionam tão bem para os profissionais que se dedicam a editar fotografias e vídeo ou aos que trabalham com softwares pesados como, por exemplo, as ferramentas CAD, por exemplo. Isso porque estes softwares específicos são mais pesados, logo exigem mais capacidade do equipamento do que o uso normal dos itens anteriores.


Estes notebooks seguem a linha dos computadores de jogos: muito poder de processamento (quad core), muita memória RAM (entre 4 GB e 8 GB), placa de vídeo dedicada, tela de 17 polegadas para mais, e disco rígido com pelo menos 500 GB de espaço. E é muito provável ter que utilizar um HD externo para aumentar a capacidade e garantir a segurança dos trabalhos.


É necessário verificar as ferramentas que irá utilizar e o sistema operacional que provenha melhor desempenho. Por exemplo, embora o Windows seja uma escolha viável a maior parte dos profissionais, ferramentas populares (como o Final Cut, por exemplo, um dos mais famosos softwares de edição de vídeo), são exclusivas de Mac, o que faz muitos optarem por notebooks da Apple.